Sexo gostoso

Salve nos FAVORITOS! Todos os dias xvídeos Novos!

Sexo gostoso | Casais Amadores Ou Filmes Com Sexo Gostoso

Fim de semana com sexo gostoso na praia

Alberto tinha preferência por fazer um sexo gostoso no final de semana, ao invés de passar com a família. Mas a sua ideia mudou rapidamente quando avistou a sua prima distante na casa com piscina alugada por familiares.

Uma priminha a qual não via desde os tempos da escola. Hoje ele era advogado conceituado e tinha um casamento feliz e pleno. Ela era estudante de enfermagem e tinha acabado de sair da escola. Não tinha como ignorar uma novinha como essa tão de perto e não pensar em putaria com sua presença.

Sexo gostoso

Todos haviam ido para a praia tomar banho de mar e curtir quando Alberto despertou. Já passava das nove horas da manhã e, notou um café da manhã à sua disposição. Estava sozinho em casa ou ao menos achava que estava. Enquanto se deliciava com uma xícara de café na bancada da cozinha e degustava algumas bolachas foi surpreendido por uma presença feminina recém saída de um banheiro.

Não havia como não se surpreender com uma mulher enrolada, apenas por uma toalha passeando pela cozinha. A priminha linda do rosto rosado e os lábios carnudos também se assustou mas de forma positiva. Em seus sonhos havia um desenho por aquele advogado desde o momento que ele chegou na casa de praia na noite anterior. Este talvez fosse um instante de sorte e para ser aproveitado ao máximo como ambos merecem.

Parada diante do balcão, a jovem de pele clara e cabelos longos parecia um presente divino. Enrolada por um toalha rosa e apenas isso ainda tinha o corpo molhado. Os cabelos não estavam penteados, recém saídos do banho como que por acaso. Na mente de Alberto não havia outra coisa além da imagem de sexo com gostosa ali no chão da cozinha.

Talvez ela seja uma ninfeta safada, e leia pensamentos. Porque começou a andar na direção de Alberto. A xícara de café foi deixada em cima do balcão, enquanto ele olhava fixo para a visão do paraíso. Ela tinha peitos enormes, e mamar em cada um deles era não apenas um desejo agora, mas uma necessidade para fazer parte de sua fantasia de fazer um sexo gostoso com ela. Suas pernas grossas seriam enlaçadas ao redor de sua cintura, e ele passaria a manhã fodendo com ela se fosse possível. Com ela andando em sua direção não seria apenas possível, como aconteceria.

Beijos e amassos na cozinha

Ela andava em direção a ele, e nada dizia. Nenhuma palavra necessitava ser pronunciada, porque a troca de olhares se fazia suficiente. Ela andava, ele olhava e se via fazendo sexo bem gostoso sem nem ao menos pedir. E seu sonho estava prestes a se realizar.

Em algum momento a jovem foi a amiga de brincadeiras de corrida de Alberto. Essa menina levada, que jogava areia ou esfregava pasta de dentes na sua cara enquanto ele se chateava ficou no passado. Deixando a toalha cair no chão, a morena revelou a bela mulher a qual tinha se tornado, e o quanto valia a pena gozar jorrando nesse corpinho sensual. Era não apenas para gozar como se possível filmar esse sexo gostoso para relembrar os melhores momentos logo em seguida.

Ela agora caminhava em direção a ele, completamente nua. Os seios eram firmes e pequenos, do tamanho de uma taça de champanhe. Ao chegar mais perto a novinha fez questão de encostar o seu corpo no dele e fazê-lo sentir o quão duro estavam seus mamilos. Com tanto corpo para tocar o coroa ficou perdido, deixando apenas a sua ereção ser sentida pela cintura da jovem com uma encostada tão sensual.

Sem pensar duas vezes, ou ao menos pedir permissão à ela, roubou um beijo. Primeiro, encostou os lábios. E com um leve sopro, esquentou a boca dele. Ele era mais velho, e isso era motivo de sentir o tesão escorrendo entre as pernas. Ela gostava dos homens mais velhos, dos experientes com alguns fios grisalhos, e dos já profissionais e dominantes de técnica de transa. Esses a faziam ter um bom orgasmo sempre.

Transando no chão da cozinha

De pertinho, eles agora se tocavam. Ele sentia no peitoral os mamilos, roçando enquanto passava a mão pelas costas lisas da prima sedutora. Pegou com força a bunda, e apertando trouxe o corpo feminino para mais perto de si, planejando uma foda gostosa ali mesmo na cozinha. Ela gostou, recostando o corpo no balcão, e inclinando a cabeça para trás, para deixar o busto descoberto. Foi assim que Alberto se sentiu convidado a mamar nessas tetas maravilhosas, e fazer da pequena notável, a mulher mais desejada do mundo.

Ela estava reclinada, por cima do balcão, enquanto seus peitos eram sugados, devorados como frutas típicas da estação e embebendo o coroa com prazer. Ele gostava de sentir na sua boca peitos tão pequenos, durinhos e prontos para serem chupados como se faz antes de uma trepada gostosa como a que estava acontecendo.

Concentrou-se em se deliciar com os mamilos rosados por um tempo, até sentir que ela estava pronta para ser dominada com uma rola de verdade. Em um instante, eles se beijavam. E no outro, muita coisa acontecida ao mesmo tempo. A ninfeta colocaria essa como uma das fodas gostosas mais espetaculares de sua curta vida no sexo. Só pela pegada já podia perceber. Segurando firme na cintura, ele a suspendeu em cima do balcão. Abrindo suas pernas, e pegando com gosto. Primeiro, enfiou dois dedos na xoxota, e observou cada reação, cada olhar e ouviu cada gemido. Foi adiante esfregando, sentindo e buscando mais sensações para ela se soltar por completo e liberar seu corpo todo.

Sexo gostoso aconteceu no balcão da cozinha mesmo. Ela como uma bela menina ficou de pernas abertas puxando cada vez mais seu macho para perto de si e ele como um homem bom de cama meteu forte, no sentido certo e na posição perfeita para encontrar o orgasmo. O prazer foi extremo com ela gemendo e ele metendo até o talo, segurando o corpo feminino com firmeza e fazendo-a gozar mais de uma vez.